segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

"Quero uma Igreja solidária, servidora e missionária!"

            A Campanha da Fraternidade é realizada anualmente pela Igreja Católica no Brasil, organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Seu objetivo é despertar a solidariedade dos fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução. A cada ano, é escolhido um tema que define a realidade concreta a ser transformada e um lema que explicita em que direção se busca a transformação.
            Neste ano, a Igreja Católica do Brasil escolheu como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e como lema: "Eu vim para servir" (Mc 10,45).
        O tema abrange a realidade social ao "aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus."
        Em meio às angústias sofridas pelo povo, em meio a tristeza e sofrimentos, o povo clama por justiça e igualdade neste mundo onde os ricos são privilegiados com casas de luxo, tudo de primeira qualidade, enquanto há um povo que chora para conseguir um pedaço de terra. A letra do hino vem trazer a mensagem de Jesus, que pede uma Igreja a serviço da vida, que lute a favor dos pobres e oprimidos, que viva para servir e não para ser servida. É preciso uma Igreja que saia de suas estruturas, entre quatro paredes, que não viva por baixo de um teto e nem presa a uma cultura egoísta onde só se pede a Deus por si própria.
        É com este objetivo que instituições religiosas, pastorais, grupos e movimentos se doam para servir a sociedade; para dar pão a quem tem fome, para visitar os presos e enfermos, para lutar com o povo para alcançar seus direitos e garanti-los. O cartaz explicita isso: a figura do Papa Francisco lavando os pés de uma pessoa na Semana Santa, relembrando os gestos de Jesus antes de cear com seus discípulos. Este gesto é símbolo da humildade e do serviço!
Que o tema e o lema deste ano despertem no povo o desejo de servir ao próximo, tendo a espiritualidade centrada na Sagrada Escritura e em Jesus Eucarístico, fortalecendo a sua fé no Espírito Santo. Só podemos evangelizar os outros se evangelizarmos a nós mesmos. É preciso conhecer a Palavra de Deus, conhecer os problemas que nos cercam, sair de nossas estruturas e viver o serviço missionário que Cristo nos designou.
        Proponho, por fim, um compromisso: busquem em suas paróquias se há alguma pastoral ou movimento que trabalhe diretamente com algum serviço social e faça uma experiência de sermos profetas anunciadores do Reino que Deus preparou para todos.

                                                                                                                Por: Anderson Rocha
Aux. da Coordenação da JM Fortaleza-CE

2 comentários:

Allyson Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Allyson Gomes disse...

“se eu conseguir ajudar pelo menos uma única pessoa a viver melhor, isto já é suficiente para justificar o dom da minha vida” (EG.274)